DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

 - 

Ano letivo: 2006-2007
Specification sheet
N.B. these sheets are defined only since 2007 (agreement of Bologna).

Specific details
course codecycle os studiesacademic semestercredits ECTSteaching language
36pt


Learning goals
Desenvolver competências pedagógicas no domínio das interacções conhecimento científico desempenho do professor aprendizagem do aluno.
Identificar factores condicionantes da prática pedagógica e da aprendizagem das ciências decorrentes das especificidades multidisciplinares.
Identificar factores condicionantes da prática pedagógica e da aprendizagem das ciências decorrentes das especificidades dos alunos.
Compreender as implicações da natureza da ciência na modelação de uma teoria de ensino.
Conhecer a influência da investigação no âmbito do ensino das ciências no desenvolvimento curricular.
Promover a pesquisa e a reflexão crítica sobre actividades curriculares, recursos educativos, concepções dos alunos e monitorização do ensino das ciências, no contexto dos planos educativos do ensino básico e secundário.

Syllabus
1.Conceitos unificadores da educação em ciência.
1.1.A natureza da ciência.
1.2.A ciência e o ensino das ciências.
1.3.O desenvolvimento da literacia científica no contexto escolar.
2.Sociedade, ciência e educação.
2.1.1.A educação na interface com a sociedade e a ciência.
2.1.2.A educação contemporânea e o ensino das ciências.
2.1.3.A educação em ciência num contexto social e tecnológico.
2.1.4.As condições do ensino da ciência.
2.1.5.As competências gerais e específicas dos estudantes de ciência.
3.Competências gerais e específicas dos professores de ciência.
3.1.A multidisciplinaridade e conceitos afins.
3.2.As relações multidisciplinares da formação científica.
3.3.A formação científica específica e a formação complementar.
3.4.O desenvolvimento profissional dos professores de ciência.
4.Critérios organizacionais do ensino da ciência.
4.1.Perspectiva multidisciplinar de educação em ciência.
4.1.1.As Ciências da Terra e da Vida, as Ciências Físico-Químicas e a Matemática.
4.1.2.Os recursos e métodos educativos comuns e específicos das diferentes áreas científicas.
4.2.A especificidade e a complementaridade das diferentes áreas científicas.
4.2.1.A especificidade e a universalidade de conceitos e procedimentos no ensino das ciências.
4.3.A relação das ciências físicas e naturais com a Matemática.
4.3.1.A modelação matemática dos conceitos, leis e teorias científicas.
4.3.2.A representação simbólica e a comunicação de ideias e conceitos em ciência.
5.O desenvolvimento de um plano multidisciplinar de educação em ciência.
5.1.Recomendações gerais para o ensino da Ciência ao nível elementar.
5.2.Recomendações gerais para o ensino da Ciência ao nível médio.
5.3.Recomendações gerais para o ensino da Ciência ao nível secundário.

Prerequisites
Generic skills to reach
. Competence in working in interdisciplinary teams;
. Competence to communicate with people who are not experts in the field;
. Competence in understanding the language of other specialists;
. Creativity;
. Competence in applying theoretical knowledge in practice;
. Competence in organization and planning;
. Competence in oral and written communication;
. Competence to solve problems;
. Competence for working in group;
. Research skills;
(by decreasing order of importance)
Teaching hours per semester
lectures15
theory-practical classes10
tutorial guidance5
total of teaching hours30

Assessment
Synthesis work thesis20 %
Research work30 %
Mini tests10 %
Exam40 %

Bibliography of reference
National Science Educational Standards. National Committee on Science Education Standards and Assessment, National Research Council. National Academy Press. Washington, DC. 1996. Free PDF download from http://www.nap.edu/catalog/4962.html
Introducing the National Science Education Standards, Booklet. National Committee on Science Education Standards and Assessment, National Research Council. National Academy Press. Washington, DC. 1996. Free PDF download from http://www.nap.edu/catalog/5704.html
Educating teachers of science, mathematics, and technology: New practices for the new millennium, National Research Council. 2001. Washington, DC: National Academy Press. Read on-line free: http://www.nap.edu/openbook.php?isbn=0309070333
Standards for Science Teacher Preparation. National Science Teachers Association. Revised 2003. Free PDF download from http://www.nsta.org/pdfs/NSTAstandards2003.pdf
Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias. Programas Homologados. Ministério da Educação. Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. Portal da Educação. Download livre em PDF de
http://www.min-edu.pt/outerFrame.jsp?link=http%3A//www.dgidc.min-edu.pt/
DRIVER, Rosalind The pupil as scientist? Milton Keynes: Open University Press, reprinting 1993.
DRIVER, Rosalind; et al. Establishing the Norms of Scientific Argumentation in Classrooms. Science Education. 84 (3). P. 287 312.
PORTIDES, Demetris The Relation between Idealisation and Approximation in Scientific Model Construction. Science & Education. 16 (7 8). 2007. p. 699 727.
REIF, Frederick; LARKIN, Jill H. Cognition in Scientific and everyday Domains: Comparison and learning implications. Journal of Research in science teaching. 28 (9). 1991. p. 733 760.

Teaching method
Os métodos de ensino/aprendizagem apoiar-se-ão numa metodologia que assenta na divisão em módulos sucessivos de acordo com os temas a aprofundar, abrangendo domínios específicos e comuns da estruturação do conhecimento científico. Esta análise incidirá sobre os princípios gerais da modelação de uma teoria do ensino das ciências, baseada na natureza comum da organização do conhecimento e metodologia, as suas interligações, colocando também em destaque a especificidade de cada uma das áreas científicas.
Serão promovidas estratégias de análise da prática reflexiva de âmbito multidisciplinar e interdisciplinar da organização do ensino das ciências, tendo como referência o nível de desenvolvimento etário e cognitivo dos estudantes.

Resources used
Recursos audiovisuais (computador, projector).
Sala de trabalho para pequenos grupos.