Actividades
fisica.uc.pt

 
 


a electricidade
porque roda a agulha?
I PARTE

Material: plasticina, palhinha de refresco, folha de alumínio, “pin”, cola, esferográfica de plástico (ou tubo de PVC), pano de lã, tubo de vidro, materiais diversos (papel, plástico, espuma, pelo sintético, etc)


material para construir o versorium



A palavra electricidade vem da palavra electrão, que significa âmbar em grego. O âmbar é uma resina fóssil proveniente de árvores que viveram há milhões de anos. Sabe-se desde a Antiguidade que o âmbar atrai objectos leves ao ser friccionado com um pano.

Só no século XVI, William GILBERT, experimentou outros materiais e verificou que há mais objectos com a mesma propriedade. Gilbert deu o nome de electricidade a essa propriedade e inventou mesmo um instrumento para a detectar : o versorium. O versorium é uma agulha metálica que roda em torno de um eixo quando se aproxima um objecto carregado com electricidade.

versorium



Podes construir o teu próprio versorium. Fixa a cabeça de um “pin” num pedaço de plasticina, de modo a que a ponta aguçada aponte para cima. Corta uma palhinha de refresco com 10 cm de comprimento e cola à sua volta uma folhinha de alumínio. Espeta a ponta do “pin” no meio da palhinha envolta em alumínio, de modo a que esta possa rodar livremente em torno do “pin”. A palhinha é a agulha do teu versorium.

Fricciona uma esferográfica de plástico com lã e aproxima-a do teu versorium, mas sem tocar. O que observas?

A agulha é atraída pela esferográfica e roda!

Porque roda a agulha?


Repete a experiência com outros materiais. Objectos como o plástico ou o vidro, quando friccionados, atraem a agulha do versorium. Outros não. O resultado depende também do material com que se fricciona… Experimenta várias combinações e regista as tuas observações numa tabela. O versorium é mesmo um detector de electricidade! Repete a experiência em dias diferentes (num dia frio e num dia quente, num dia seco e num dia húmido) e verifica se há alterações.

Susana Cunha, 10 anos



Repara que nunca tocaste com os objectos na agulha e apesar disso a agulha roda. Porquê? O que sucede se tocares na agulha com os objectos carregados?

Encontra as respostas na PARTE II !



© Departamento de Física 2007 - 2017 • in_situ • .oOzone