DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

Necessidades Educativas Especiais - EFQ

Ano letivo: 2016-2017
Especificação técnica - ficha curricular

Elementos especificos
código da disciplinaciclo de estudossemestre lectivocréditos ECTSlíngua de ensino
2024963124pt


Objectivos formativos
- compreensão da diversidade, da complexidade e das características essenciais de diferentes tipos de NEE
-apresentação das diferentes modalidades de atendimento aos alunos com necessidades educativas especiais no âmbito do paradigma da escola inclusiva
- análise de métodos e técnicas de intervenção psicoeducativa em alguns grupos de NEEs, nomeadamente: (i) dificuldades de aprendizagem; (ii) dificuldades intelectuais; (iii) alunos com características de sobredotação e de alto rendimento; (iv) deficiências sensoriais; e (v) deficiências motoras
Programa genérico mínimo
Módulo I - Necessidades Educativas Especiais e Inclusão: Definições, tipos e prevalência de NEE. A organização e o enquadramento legislativo nacional. O paradigma da escola inclusiva. Práticas inclusivas de diferenciação pedagógica.
Módulo II - Dificuldades de Aprendizagem: Definições. Critérios de Identificação. Tipos de DA. Intervenções para a promoção do desempenho académico.
Módulo III - Dificuldades Intelectuais: Definição, identificação e classificação. Programas Educativos Individuais e Programas Individuais de Transição.
Módulo IV - Sobredotação e Alto Rendimento: Definição, identificação e classificação. Modelos e estratégias educativas: Aceleração e enriquecimento.
Módulo V - Deficiências Sensoriais: Definições, classificações e etiologias. Adaptações relativas aos métodos de ensino, à avaliação e à tecnologia.
Módulo VI- Deficiências Motoras: Definições, classificações e etiologias. Adaptações relativas aos métodos de ensino e à avaliação.
Pré-requisitos
Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem
Competências genéricas a atingir
. Competência em comunicação oral e escrita;
. Competência em relações interpessoais;
. Compromisso ético;
. Competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos;
. Competência em planear e gerir;
. Competência para resolver problemas;
. Competência em trabalho em equipas interdisciplinares;
. Valorização da diversidade e multiculturalidade;
. Adaptabilidade a novas situações;
. Competência em autocrítica e auto-avaliação;
(por ordem decrescente de importância)
Horas lectivas semestrais
aulas teóricas30
total horas lectivas30

Método de avaliação
Resolução de problemas20 %
Trabalho de síntese30 %
Exame50 %
concretização da avaliação em 20162017
Avaliação Outros: 10.0%
Trabalho de síntese: 10.0%
Relatório de seminário ou visita de estudo: 15.0%
Trabalho laboratorial ou de campo: 15.0%
Frequência: 50.0%

Bibliografia de referência
- Agência Europeia para o Desenvolvimento da Educação Especial (2005). Educação inclusiva e práticas de sala de aula nos 2º e 3º ciclos do ensino básico. Disponível em http://www.european-agency.org/publications/ereports/iinclusive-education-and classroom-practice-in-secondary-education/iecp-secondary-pt.pdf/view
- Correia, L. M. (Ed.) (2008). Inclusão e necessidades educativas especiais. Um guia para educadores e professores (2ª ed. rev). Porto: Porto Editora.
- Mendonça, A., Miguel, C., Neves, G., Micaelo, R., & Reino, V. (2008). Alunos - Cegos e com baixa visão- Orientações curriculares. Lisboa: DGIDC.
- Swanson, H., Harris, K., & Graham, S. (2013). Handbook of learning disabilities (2nd ed.). New York: Guilford Press.
- Shavinina, L. V. (Ed.) (2009). International handbook on giftedness. Québec: Springer.
- Swanwick, R. & Gregory, S. (2007). Sign bilingual education: policy and practice. London: David Fulton Publishers.
Método de ensino
Os métodos de ensino incluem: (i) aulas expositivas; (ii) estudos de caso; (iii) exercícios de simulação, (iv) técnicas audiovisuais.
Recursos específicos utilizados

Será condição preferencial a existência de protocolos com escolas, permitindo o contacto dos estudantes com algumas das suas estruturas e a observar algumas actividades.